O que significa a expressão havaiana aloha?

13:43:00 Professora Manuka 0 Comentários

A expressão aloha é um símbolo havaiano. Seu significado vai além de qualquer definição que você possa encontrar nos dicionários. No Havaí, você escuta aloha o tempo todo e você é tratado com aloha em todo lugar. Acompanhe:

Imagem: Freepik.

Aloha é a mais típica palavra havaiana. Na linguagem havaiana, pode significar olá ou adeus. Também significa amor e afeição. A palavra aloha também é usada combinada com outras palavras, como: aloha kakahiaka, que significa bom dia; aloha auinala usada como uma saudação que significa boa tarde e aloha ahahi, que é como se diz boa noite em havaiano. Por causa dos diversos significados de aloha e sua popularidade, o Havaí é chamado de O Estado do Aloha.

- O Espírito do Aloha
O significado literal de aloha é “a presença da respiração” ou “o sopro da vida”. Deriva de “Alo”, significando presença, frente e face, e “ha”, significando respiração. Aloha é um modo de viver e de tratar uns aos outros com amor e respeito. O seu significado mais profundo começa com ensinarmos a nós mesmos primeiramente a amarmos nosso próprio ser e depois espalhar o amor aos outros.

De acordo com os antigos kahunas (sacerdotes), ser capaz de viver o Espírito do Aloha é uma forma de procurar o autoaperfeiçoamento e realização para o corpo e a alma. Aloha está mandando e recebendo energia positiva. Aloha é viver em harmonia. Quando você vive o Espírito do Aloha, você cria pensamentos e sensações positivas, que nunca se esvaem, pois existem no espaço, se multiplicando e se espalhando em direção aos outros.

Inspirados na filosofia e na sabedoria do Espírito do Aloha, muitas empresas e instituições dos dias atuais no Havaí carregam essa nome: Aloha Tower, Aloha Stadium e Aloha Airlines. Muitos cantores havaianos também escrevem e apresentam músicas sobre o aloha.

- O Espírito do Aloha como Lei
O Espírito do Aloha é considerado uma “lei” estadual. Ainda que a palavra lei soe muito forte e rigorosa, o Espírito do Aloha não é um tipo de lei que trará problemas a quem desrespeitá-la. Seu propósito principal é lembrar aos oficiais do governo, enquanto eles realizam seus deveres, que devem tratar as pessoas com profundo carinho e respeito, como seus ancestrais fizeram.

O Espírito do Aloha é mais uma lição do que uma lei. Aprendendo e aplicando essa lição na vida real, os oficiais do governo podem contribuir para um mundo melhor, um mundo cheio de aloha.

- A definição da Lei Estadual do Espírito do Aloha
[§5-7.5] “Espírito do Aloha”.
a) O “Espírito do Aloha” é a coordenação da mente e do coração dentro de cada pessoa. Ele guia cada um ao seu eu interior. Cada pessoa deve pensar e emitir bons sentimentos para os outros. Na contemplação e na presença da força da vida, “aloha” pode ser compreendia e traduzida nas seguintes formas:

“Akahai”, significando bondade, para ser expressa com ternura;

“Lokahi”, significando união, para ser expresso com harmonia;

“Oloulu”, significando agradável, para ser expresso com suavidade;

“Haahaa”, significando humildade, para ser expressa com modestidade;

“Ahonui”, significando paciência, para ser expressa com perseverança.

Esses são traços do caráter que expressam o charme, o calor e sinceridade do povo havaiano. Essa foi a filosofia de trabalho do povo havaiano e foi passada como um dom aos habitantes desse estado.

“Aloha” é mais do que uma palavra de cumprimento, despedida ou saudação.

“Aloha” significa respeito mútuo e afeição, estendendo calor e carinho sem esperar retorno.

“Aloha” é a essência dos relacionamentos, na qual cada pessoa é importante para todas as outras na existência coletiva.

“Aloha” significa ouvir o que não é dito, ver o que não pode ser visto e saber o que não é sabido.

b) Em exercício do seu poder no comportamento das pessoas e para cumprir suas responsabilidades, obrigações e serviços ao público, a legislação, o governador, vicegovernador, oficiais executivos de cada departamento, o chefe de justiça, os juízes associados, os juízes de apelação, os tribunais dos distritos e da periferia podem contemplar e residir com a força da vida e mostrar consideração ao “Espírito do Aloha”. [Lei de 1986, c 202, §1].

- Sexta-feira do Aloha
Muitas companhias permitem que seus empregados “relaxem com o visual” no último dia da semana de trabalho – a sexta-feira do aloha. Esse dia é quando o vestuário do aloha pode ser usado, mas nem sempre foi assim. Esse costume tem uma história interessante, que está intimamente ligada à indústria de vestimenta do Havaí.

Até a década de 1940, muitos dos modelos produzidos na região eram vendidos a turistas. Os empregados das grandes companhias havaianas deveriam usar roupas formais – terno e gravata para homens e vestidos, saias e blusas empresariais para mulheres.

Em 1947, a Semana do Aloha foi oficializada e as pessoas entenderam que a economia havaiana seria beneficiada se os cidadãos usassem mais as roupas da região.

Desde então, em toda sexta-feira, a cidade e o país de Honolulu permitiram que os homens usassem camisetas esportivas (mas não muito coloridas) durante o trabalho.

Já durante os anos de 1960, a barreira da moda ficou ainda mais fraca. O Banco do Havaí se tornou a primeira corporação que permitiu o vestuário aloha às sextas-feiras. Hoje em dia, é raro encontrar uma empresa que não siga a tradição da sexta-feira do aloha.

- Camisa do Aloha
O Espírito do Aloha recebeu esse nome da famosa e colorida camisa havaiana, conhecida como camisa do aloha. Ela é adornada com uma grande variedade de desenhos e padrões, sendo tingida de cores brilhantes.

O Havaí produz dois tipos de camisa – as camisas do aloha, fabricadas para os cidadãos locais e as camisas fabricadas para turistas e para serem exportadas para o continente e outras partes do mundo.

A diferença entre ambos os tipos de camisa é que aquelas fabricadas para os cidadãos locais são desenhadas com temas florais ou polinésios, enquanto as que são fabricadas para turistas e para exportação são mais coloridas e podem ter algum dos seguintes temas: dia ensolarado no Havaí, camisetas adornadas com desenhos de palmeiras, coquetéis tropicais, colares de flores, praias, oceano azul, flores etc.

Outra diferença entre ambos os tipos de camisa do aloha é que turistas usam de forma casual e informal, enquanto que os moradores tendem a usá-la como uniforme oficial nas empresas privadas e na administração pública.

“Aloha é aprender o que não foi dito, ver o que não pode ser visto e saber o que não é sabido.”
Rainha Lili‘uokalani 

Texto: www.to-havaii.com


Tradução e adaptação: Professora Manuka.

0 comentários: