Preposição de: usos e ambiguidades

08:55:00 Professora Manuka 0 Comentários

       Preposição é a palavra invariável que liga duas orações, estabelecendo uma relação de dependência entre elas. Neste post, iremos detalhar os usos da preposição de e dar dicas para o seu emprego correto nos textos. (Caso tenha dúvidas sobre o que é preposição, leia antes esta explicação.)

 

1) Posse
O uso da preposição de indica posse ou pertencimento em relação a algo. Exemplos:
Peguei emprestado o resumo do (de + o) livro com Mariana.
A blusa de Maria é muito bonita.

Em alguns casos, essa relação de posse pode gerar ambiguidade, deixando a frase aberta a mais de uma interpretação, acompanhe a seguir:
Eu não gosto da (de + a) cadela da Mariana.
Na frase acima, existe um duplo sentido: a pessoa não gosta do animal de estimação de Mariana ou a pessoa não gosta de Mariana (referindo-se a ela de forma depreciativa).

2) Expressões de uso corriqueiro
Marcos é um menino de futuro.
Meu filho não frequenta locais perigosos, pois é um menino de família.
Nas frases acima o de é equivalente a que tem.

João se faz de vítima/bobo/surdo/santo/desentendido.
Na frase acima, as possibilidades apresentadas formam expressões com a preposição de, com o sentido de assumir a forma de, interpretar papel de.

“Ô da poltrona.” (Bordão de Renato Aragão).
Ô de casa? (Expressão regional usada para chamar o morador).
No bordão e na expressão, vemos o uso da preposição como sinônimo de você que está na poltrona/casa.

Você está me fazendo de palhaço? / Está me achando com cara de palhaço?
Expressão que tem como sinônimo enganar, debochar, passar para trás ou ludibriar alguém.

3) Particularizar indivíduos
Você viu a Júlia da (de + a) Martinha? A mãe dela está precisando de ajuda com umas caixas.
Gosto das músicas do (de + o) Paulinho da Viola.
Na primeira frase, a expressão Júlia da Martinha caracteriza Júlia, fazendo referência à sua mãe, para facilitar sua identificação por parte do interlocutor e ajudar no entendimento da mensagem.

Já na segunda frase, o termo da viola particulariza o nome Paulinho, facilitando o entendimento de que se trata do músico.

0 comentários: